24.12.10

Prima

Hoje alguém com a alma do tamanho do mar inspirou-me a tornar isto aqui (Bianda) num lugar...diferente. Não resisto a comentar a política, essa coisa que mexe tanto com as nossas vida. Mas a política também torna isto aqui um lugar pesado, carregado de problemas e não há reclamação que chegue para mudar as coisas. Logo, mudança de direcção.

Será a nova cara do Bianda para o novo ano e talvez isto esteja a ser a minha própria mudança de cara. E se só falarmos das coisas boas? Das coisas que transformam efectivamente. E se falarmos das pessoas generosas? Dessas que sofrem, inquietam-se, mexem-se, fazem, desfazem, nunca estão contentes, mas o rastro que deixam é uma plantação. Quem sabe seja uma melhor corrente que o reclamar e denunciar as coisisses deste mundo.

Isto é pra ti, alma-mar.

3 comentários:

JB disse...

Não percas o espírito crítico, César. Já são tão poucos. Esse lado de que falas é importante, mas não só. O Bianda não é nada "pesado", como falas. É directo.

E necessário.

Abraço e feliz natal, seja lá o que isso for para ti!

Álvaro Ludgero Andrade disse...

Gostei da promessa e quanto ao apelo do JB para não deixares de ser crítico, creio que saberás ser positivo, mas crítico. Sem um espírito crítico, não se pode ser positivo e apresentar, apenas, a positividade das coisas. Bom Natal, com muita paz.

Cesar Schofield Cardoso disse...

É isso Álvaro; é mais no sentido de tentar criar ondas positivas, destacar o positivo. Evidentemente que não vou deixar de criticar quando o assunto merece mesmo. A diferença tá é no "merece mesmo" Tá descansado João, uma vez Bianda, Bianda para sempre! :)