10.4.12

Cacofonia

'cacophony' sound installation by studio nomad
 
Chegou a hora de pagar, a duras penas, o resultado de anos de políticas públicas viradas para o betão e para o asfalto. Toda a governação do PAICV foi marcada por grandes (?) obras públicas, umas bem impressionantes até, como a estrada fantasma, Circular da Praia. Tudo foi feito no pressuposto que grandes empreendimentos estrangeiros vinham aí, que íamos fazer negócios da china e que por milagre todos iam ficar ricos e gratos por essas escolhas à partida contestáveis. O resultado concreto agora é que, grupos privados ganharam muito dinheiro, os investimentos não vieram, ficamos com uns elefantes brancos de luxo e as populações continuaram na mesma, com tendência a piorar.

É claro que os propagandistas de serviço vai sair logo com os argumentos de índices de democracia e mais outros prémios que vão nos animando, como criancinhas que se animam facilmente com um doce. A situação real, no terreno merece uma outra conversa, porque afinal estamos a falar de vidas de pessoas. A situação é perfeitamente inaceitável, quando se vê para um determinado esbanjamento e má aplicação dos dinheiros públicos. É urgente um pensamento mais humanista na governação, sob pena de agravarmos as já graves situações de pobreza, desemprego, violência, prostituição, crimes, droga e o olvidado grande flagelo do alcoolismo.

Chegou o momento de dizer CHEGA! Com a actual subida de preços dos combustíveis a níveis píncaros, adivinhando já uma complicação generalizada ao nível dos preços, não percebo como podemos ficar caladinhos. CHEGA! Chega de moleza desse povo que tem uma capacidade quase masoquista de apanhar. Reduzam as despesas da Administração Pública, gorda, corrupta, inoperacional e sem escrúpulos. Acabem com os chupadores de dinheiro, Electra e TACV. Vigiem a pouca vergonha dos sugadores do Estado, os dirigentes bundões e sem ponta de sentido de Estado. Façam imensas outras coisas, façam o que quiserem, mas poupem o cidadão de mais apertos.

ALGO ESTÁ MUITO ERRADO!

3 comentários:

Anónimo disse...

Tu vês desgraça por todo o lado, consegues ser feliz ?
Prefiro quando falas de arte...

Anónimo disse...

anónimo! tens razão este senhor precisa de ajuda.

César Schofield Cardoso disse...

E vocês a precisar de uma identidade...Nem sei porque eu ainda atura Anónimos...